sábado, 31 de outubro de 2009

Teólogo critica duramente ao papa e Vaticano contesta realidade de argumentos


Da EFE

Cidade do Vaticano, 28 out (EFE).- O teólogo dissidente Hans Küng criticou duramente seu antigo amigo Bento XVI por haver aberto as portas aos anglicanos, afirmando que se trata de "uma tragédia", provocando uma resposta do Vaticano que disse que as acusações estão "muito longe da realidade".

Küng, de 81, em artigo publicado hoje nos diários "The Guardian" (Reino Unido) e "La Repubblica" (Itália), intitulado "Esse papa que pesca nas águas da direita", afirmou que a decisão de Joseph Ratzinger de acolher na Igreja Católica a todos os anglicanos que o desejem é uma "tragédia".

Segundo o teólogo suíço, se trata de uma "tragédia" que se une "às já ocasionadas (por Bento XVI) aos judeus, aos muçulmanos, aos protestantes, aos católicos reformistas e agora à Comunhão Anglicana, que fica debilitada perante a astúcia vaticana".

"Tradicionalistas de todas as igrejas, unir-vos sob a cúpula de São Pedro. O Pescador de homens pesca, sobretudo na margem direita do lago, embora ali as águas sejam turvas", escreveu Küng que acusa o papa de querer restaurar "o império romano, em vez de uma Commonwealth de católicos".

Segundo Küng, "a fome de poder de Roma divide o cristianismo e danifica sua Igreja" e o atual arcebispo de Canterbury, o chefe da Igreja Anglicana, Rowan Williams, "não esteve à altura da astúcia vaticana".

Para o teólogo dissidente, as consequências da "estratégia" de Roma são três: "o enfraquecimento da Igreja Anglicana, a desorientação dos fiéis dessa confissão e a indignação do clero e o povo católico", que veem - diz - como se aceitam sacerdotes casados enquanto se insiste de maneira "teimosa" no celibato dos padres católicos.

O diretor do jornal vespertino vaticano "L'Osservatore Romano", Giovanni María Vian, respondeu hoje que "mais uma vez, uma decisão de Bento XVI volta a ser pintada com rasgos fortes, preconceituosos e, sobretudo, muito afastados da realidade".

"Infelizmente Küng faz outra das dele, antigo colega e amigo com quem o papa em 2005, só cinco meses após sua escolha, se reuniu, com amizade, para discutir as bases comuns éticas das religiões e a relação entre razão e fé", escreveu Vian.

O diretor do jornal assegurou que Küng voltou a criticar seu antigo companheiro na Universidade de Tübingen (Alemanha) "com aspereza e sem fundamento".

O gesto do papa, segundo Vian, tem como objetivo "reconstituir a unidade querida por Cristo e reconhece o longo e fatigante caminho ecumênico realizado neste sentido".

"Um caminho que vem distorcido e representado enfaticamente como se tratasse de uma astuta operação de poder político, naturalmente de extrema direita", acrescentou Vian, que ressaltou que "não vale a pena ressaltar as falsidades e as inexatidões" de Küng.

O representante vaticano criticou as acusações vertidas contra o líder da Igreja Anglicana e expressou sua "amargura" perante este "enésimo ataque à Igreja Católica Apostólica Romana e a seu indiscutível compromisso ecumênico.

No último dia 20, o Vaticano anunciou a disposição do papa a acolher na Igreja Católica todos os anglicanos que o desejem e a aprovação, com esse objetivo, de uma Constituição Apostólica (norma de máxima categoria) que prevê, entre outras, a ordenação de clérigos anglicanos já casados como sacerdotes católicos.

No mundo são cerca de 77 milhões fiéis anglicanos e nos últimos anos sua igreja viveu momentos de crise e de forte divisão interna, devido à ordenação de mulheres e homossexuais declarados como bispos e a bênção de casamentos entre pessoas do mesmo sexo.

Por enquanto se desconhece o número exato de anglicanos que desejam rumar à Roma, embora segundo fontes do Vaticano esse número pode estar na casa de meio milhão, entre eles meia centena de bispos. EFE

Oração da Abundância




Pai Divino, Deus amável e piedoso, te rogo que abençoes abundantemente a minha família e a mim. Sei que o Senhor reconhece que uma familia é mais que uma mãe, pai, irmã, irmão, esposo e esposa, para todos os que crêem e confiam em Ti. Pai peço a ti Senhor, bênçãos e graças não somente para a pessoa que me enviou esta oração, mas também para mim e para todos a quem enviei esta mensagem. E que a força da união em oração daqueles que crêem e confiam no Senhor seja mais poderosa que qualquer outra coisa. Agradeço-te de todo coração e com a certeza que as tuas bênçãos chegarão à minha vida. Deus Pai, livra a pessoa que lê esta oração agora, de dívidas e de preocupações por causas de dívidas. Envia a tua sabedoria santa para que eu possa ser um bom administrador sobre tudo quanto o Senhor me tem dado e proporcionado, pois sei que És maravilhoso e poderoso e se Te obedecermos e caminharmos em tua palavra tenhamos fé mesmo que do tamanho de um grão de mostarda, o Senhor derramará as tuas bênçãos sobre nós. Agradeço-te Senhor pelas bênçãos já recebidas e por aquelas que hei de receber porque sei que ainda tens muito para fazer por mim e muito mais que nem eu consigo sequer imaginar. Em nome de Jesus Cristo nosso Salvador, te rogo. Amém.

O Espírito Santo nos sustenta em nossa fraqueza

Luzia Santiago
mensagem_070709
Hoje não pode ser apenas mais um dia em nossas vidas. O Senhor pede que não tenhamos medo. Tudo depende de abrirmos o coração e deixá-Lo entrar para transformar todas as realidades de nossas vidas e iluminar as nossas trevas; sozinhos não somos capazes de mudá-las. O medo não pode ter a última palavra na nossa vida! Deixemos a voz do Senhor ressoar nos nossos ouvidos: “Não tenham medo!”. Essa ordem do Senhor, quando obedecida, imprime em nosso interior grande firmeza face às adversidades surgidas ao longo do dia, determinando um novo ritmo de vida para nós.
Somente cheios do Espírito Santo é que seremos capazes de vencer o medo, de realizar boas ações e de fazer bem todas as coisas. Por nós mesmos não conseguimos alcançar nada disso, por mais que queiramos.
Clamemos pela vinda do Divino Amigo ao longo de todo o nosso dia, a fim de que Ele venha em nosso auxílio e nos sustente em nossa fraqueza.
Peçamos, em oração, ao Paráclito que conduza as nossas ações, os nossos sentimentos, as nossas atitudes, para que façamos todas as coisas de acordo com a vontade de Deus.
Jesus, eu confio em Vós!

Abra-se à vida nova

Luzia Santiago
mensagem_060709
O Evangelho nos leva a uma reflexão: somos sempre conduzidos por Deus, guiados pelo infinito amor d’Ele por nós, reconduzidos ao seio da família quando nos desinstalamos de nossa própria terra, do nosso povo, da nossa família, para juntamente, com um novo povo, seguirmos a vontade do Senhor a nosso respeito, formando, dessa forma, uma nova aliança de amor.
Isso serve para todos – para os casais, para os filhos, para os religiosos e religiosas, futuros sacerdotes, leigos consagrados… Assumir a filiação espiritual é condição essencial para vivermos a nossa vocação e seguirmos a voz do Pai, que se manifesta no próximo, constituído por Ele na nossa caminhada espiritual. Isso nos dá a graça de dizermos: ”Abba Pai, papaizinho” e de sermos saciados de nossas carências mais profundas de afeto, amparados nos clamores mais íntimos de nossa alma.
Jesus viveu longos anos ao lado da Mãe antes da vida pública, dependendo dela para aprender tudo, juntamente com seu pai José. E hoje o Senhor nos chama para nos abrirmos à vida nova, que representa, para nós, muito mais que apenas servir e obedecer às leis e preceitos dados por Ele para a nossa salvação, mas que significa nos encontrarmos envolvidos no abraço misericordioso do Pai, que nos acolhe como filhos. Os mandamentos nos foram concedidos pelo Senhor para vivermos na liberdade de filhos amados que somos, curados das nossas chagas de pecado para vivermos plenamente o amor.
Você pai, mãe, filho ou filha, abra-se à vida nova, a começar desse abraço misericordioso do Altíssimo, que restaura em nós a imagem de filhos amados feitos para o amor e para a plena felicidade.
Jesus, eu confio em Vós!

Evangelho do dia 31/10/2009

Sábado, 31 de Outubro de 2009
30ª Semana Comum


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

1Aconteceu que, num dia de sábado, Jesus foi comer na casa de um dos chefes dos fariseus. E eles o observavam. 7Jesus notou como os convidados escolhiam os primeiros lugares. Então contou-lhes uma parábola: 8“Quando fores convidado para uma festa de casamento, não ocupes o primeiro lugar. Pode ser que tenha sido convidado alguém mais importante do que tu, 9e o dono da casa, que convidou os dois, venha te dizer: ‘Dá o lugar a ele’. Então ficarás envergonhado e irás ocupar o último lugar. 10Mas, quando fores convidado, vai sentar-te no último lugar. Assim, quando chegar quem te convidou, te dirá: ‘Amigo, vem mais para cima’. E isto vai ser uma honra para ti diante de todos os convidados. 11Porque quem se eleva será humilhado e quem se humilha será elevado”.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

Santo Afonso Rodrigues

31 de Outubro

Santo Afonso Rodrigues Diante da "galeria" de santos da Companhia de Jesus, voltamos o nosso olhar, talvez, para o mais simples e humilde dos Irmãos: Santo Afonso Rodrigues. Natural de Segóvia na Espanha, veio à luz aos 25 de julho de 1532.

Pertencente a uma família cristã, teve que interromper seus estudos no primário, pois com a morte do pai, assumiu os compromissos com o comércio. Casou-se com Maria Soares que amou tanto quanto os dois filhos, infelizmente todos, com o tempo, faleceram. Ao entrar em crise espiritual, Afonso entrega-se à oração, à penitência e dirigido por um sacerdote, descobriu o seu chamado a ser Irmão religioso e assim, assumiu grandes dificuldades como a limitação dos estudos. Vencendo tudo em Deus, Afonso foi recebido na Companhia de Jesus como Irmão e depois do noviciado foi enviado para o colégio de formação.

No colégio, desempenhou os ofícios de porteiro e a todos prestava vários serviços, e dentre as virtudes heróicas que conquistou na graça e querendo ser firme na fé, foi a obediência sua prova de verdadeira humildade. Santo Afonso sabia ser simples Irmão pois aceitava com amor toda ordem e desejo dos superiores, como expressão da vontade de Deus.

Tinha como regra: "Agradar somente a Deus, cumprir sempre e em toda parte a Vontade Divina". Este santo encantador, com sua espiritualidade ajudou a muitos, principalmente São Pedro Claver quanto ao futuro apostolado na Colômbia. Místico de muitos carismas, Santo Afonso Rodrigues, sofreu muito antes de morrer em 31 de outubro de 1617.

Santo Afonso Rodrigues, rogai por nós!

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Quando Deus nos fala

Luzia Santiago
mensagem_030709
Quando Deus nos fala, logo nos tornamos pessoas sábias; nossa vida sai do comum e ganha um novo brilho e um novo entusiasmo.
Nós ouvimos tantas vozes, tantas informações, tantas notícias, que muitas vezes nosso coração se agita, ficamos cansados e perdidos a ponto de não mais reconhecermos a presença de Jesus. Ao passo que quando fazemos a experiência de silenciar para escutar a voz de Deus, a alegria toma conta do nosso coração, enchendo-nos de esperança, de alegria e de um novo ânimo.
Peçamos hoje ao Senhor insistentemente que Ele fale ao nosso coração de maneira clara, mostrando-nos o caminho que devemos seguir.
“Dai-me o saber, e cumprirei a vossa lei, e de todo coração a guardarei” (Salmo 118, 145).
Rezemos: ‘Fala-me, meu Deus, eu quero escutar a Tua voz; a minha vida transformou-se num deserto e eu preciso escutar a Tua voz, Senhor. Fala, Senhor, o que queres que eu faça’.
Jesus, eu confio em Vós!

São Frumêncio

30 de Outubro

São Frumêncio A história do santo de hoje se entrelaça com a conversão de uma multidão de africanos ao amor de Cristo e à Salvação. São Frumêncio nasceu em Liro da Fenícia. Quando menino, juntamente com o irmão Edésio, acompanhava um filósofo de nome Merópio, numa viagem em direção às Índias. A embarcação, cruzando o Mar Vermelho, foi assaltada e só foram poupados da morte os dois jovens, Frumêncio e Edésio, que foram levados escravos para Aksum (Etiópia) a serviço da Corte.

Deste mal humano, Deus tirou um bem, pois ao terem ganhado o coração do rei Ezana com a inteligência e espírito de serviço, fizeram de tudo para ganhar o coração da África para o Senhor. Os irmãos de ótima educação cristã, começaram a proteger os mercadores cristãos de passagem pela região e, com a permissão de construírem uma igrejinha, começaram a evangelizar o povo. Passados quase vinte anos, puderam voltar à pátria e visitar os parentes: Edésio foi para Liro e Frumêncio caminhou para partilhar com o Patriarca de Alexandria, Santo Atanásio, as maravilhas do Ressuscitado na Etiópia e também sobre a necessidade de sacerdotes e um Bispo. Santo Atanásio admirado com os relatos, sabiamente revestiu Frumêncio com o Poder Sacerdotal e nomeou-o Bispo sobre toda a Etiópia, isto em 350.

Quando voltou, Frumêncio foi acolhido com alegria como o "Padre portador da Paz". Continuou a pregação do Evangelho no Poder do Espírito, ao ponto de converterem o rei Ezana, a rainha, e um grande número de indígenas, isto pelo sim dos jovens irmãos e pela perseverança de Frumêncio. Quase toda a Etiópia passou a dobrar os joelhos diante do nome que está acima de todo o nome: Jesus Cristo.

São Frumêncio... rogai por nós!

Evangelho do dia 30/10/2009

Evangelho (Lucas 14,1-6)
Sexta-Feira, 30 de Outubro de 2009
30ª Semana Comum


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

1Aconteceu que, num dia de sábado, Jesus foi comer na casa de um dos chefes dos fariseus. E eles o observavam. 2Diante de Jesus, havia um hidrópico. 3Tomando a palavra, Jesus falou aos mestres da Lei e aos fariseus: “A Lei permite curar em dia de sábado, ou não?” 4Mas eles ficaram em silêncio.
Então Jesus tomou o homem pela mão, curou-o e despediu-o. 5Depois lhes disse: “Se algum de vós tem um filho ou um boi que caiu num poço, não o tira logo, mesmo em dia de sábado?” 6E eles não foram capazes de responder a isso.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Evangelho do dia 29/10/2009

Evangelho (Lucas 13,31-35)
Quinta-Feira, 29 de Outubro de 2009
30ª Semana Comum


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

31Naquela hora, alguns fariseus aproximaram-se e disseram a Jesus: “Tu deves ir embora daqui, porque Herodes quer te matar”. 32Jesus disse: “Ide dizer a essa raposa: eu expulso demônios e faço curas hoje e amanhã; e no terceiro dia terminarei o meu trabalho. 33Entretanto, preciso caminhar hoje, amanhã e depois de amanhã, porque não convém que um profeta morra fora de Jerusalém.
34Jerusalém, Jerusalém! Tu que matas os profetas e apedrejas os que te foram enviados! Quantas vezes eu quis reunir teus filhos, como a galinha reúne os pintinhos debaixo das asas, mas tu não quiseste! 35Eis que vossa casa ficará abandonada. Eu vos digo: não me vereis mais, até que chegue o tempo em que vós mesmos direis: Bendito aquele que vem em nome do Senhor”.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

São Narciso

29 de Outubro


São Narciso O santo de hoje, São Narciso, foi Bispo de Jerusalém e, quando se deu tal fato, devia ter quase cem anos de idade. Narciso não era judeu e teria nascido no ano 96. Homem austero, penitente, humilde, simples e puro, sabe-se que presidiu com Teófilo de Cesareia a um concílio onde foi aprovada a determinação de se celebrar sempre a Páscoa num Domingo.

Eusébio narra que em certo dia de festa, em que faltou o óleo necessário para as unções litúrgicas, Narciso mandou vir água de um poço vizinho, e com sua bênção a transformou em óleo. Conta também as circunstâncias que levaram Narciso a demitir-se das suas funções.

Para se justificarem de um crime, três homens acusaram o Bispo Narciso de certo ato infame. "Que me queimem vivo - disse o primeiro - se eu minto". "E a mim, que me devore a lepra", disse o segundo. "E que eu fique cego", acrescentou o terceiro. O desgosto de ser assim caluniado despertou em Narciso o seu antigo desejo pelo recolhimento e, por isso, sem dizer para onde ia, perdoou os caluniadores e saiu de Jerusalém em direção ao deserto. Considerando-o definitivamente desaparecido, deram-lhe por sucessor a Dio, ao qual por sua vez sucederam Germânio e Górdio. Todavia, os três caluniadores não tardaram a sofrer os castigos que em má hora tinham invocado, pois o primeiro pereceu num incêndio com todos os seus, o segundo morreu de lepra e o terceiro cegou à força de tanto chorar o seu pecado.

Alguns anos depois, Narciso reapareceu na cidade episcopal. Nunca tinha sido posta em dúvida a santidade do seu procedimento.; por isso, foi com imensa alegria que Jerusalém recebeu seu antigo pastor. Segundo diz Eusébio, continuou Narciso a governar a diocese até a idade de 119 anos, auxiliado por um coadjutor chamado Alexandre.

Faleceu cerca do ano de 212.

São Narciso, rogai por nós!

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

No dia de São Judas, 300 mil são esperados em igreja na Zona Sul de SP


28/10/09 - 06h47

Serão celebradas 14 missas entre 5h e 20h desta quarta (28).
Ruas da região serão interditadas para procissão.
Do G1, em São Paulo

O Santuário de São Judas Tadeu, na Avenida Jabaquara, na Zona Sul de São Paulo, se prepara para celebrar nesta quarta-feira (28) o dia do santo católico conhecido pelos fiéis por interceder pelas causas impossíveis. De acordo com a direção do santuário, são esperadas 300 mil pessoas em todos os eventos que serão realizados das 5h até o fim da noite e causarão interdições nas vias da região.

Apesar dos poucos registros sobre a vida de São Judas Tadeu, a devoção popular fez dele o santo das causas impossíveis e, de acordo com a Igreja Católica, ele é o segundo santo mais devotado do Brasil, atrás apenas da padroeira do país, Nossa Senhora Aparecida.

Neste ano, os fiéis não terão problemas para agradecer ao santo pelas graças alcançadas ou fazer pedidos. Serão realizadas 14 missas ao longo do dia, uma a cada uma hora, das 5h até as 20h. Às 18h30, haverá a tradicional procissão com a imagem de São Judas Tadeu pelas ruas do entorno da igreja. Com o fim da procissão, previsto para as 20h, terá início a missa campal solene presidida pelo cardeal arcebispo de São Paulo d. Odílio Pedro Scherer.

No mesmo local da missa solene, em um palco em frente ao santuário, haverá apresentações musicais de grupo religiosos. Quem quiser se confessar poderá procurar um dos padres no subsolo da igreja nova entre 5h e 19h. Das 5h às 21h30, haverá ainda distribuição de bênçãos para pessoas e objetos religiosos com um pedaço de osso do santo que foi trazido para o santuário depois da 2ª Guerra Mundial.

Alterações nas vias
Por causa das atividades realizadas ao ar livre e do grande número de pessoas que deve ir para o santuário, algumas ruas da região serão interditadas pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) entre 2h e 23h desta quarta-feira.

A Avenida Jabaquara, onde fica a igreja, será fechada no sentido bairro no trecho entre as avenidas Doutor Hugo Beolchi e Indianópolis. A Alameda dos Guaiós será bloqueada entre as avenidas Piassanguaba e Itacira; a Avenida Piassanguaba, entre a Alameda dos Ubiratãs e a Avenida Jabaquara; e a Avenida Itacira, entre a Avenida Jabaquara e a Alameda dos Guaiós. Entre 18h e 23h, o sentido Centro da Avenida Jabaquara também terá o trânsito interrompido no trecho entre as avenidas Indianópolis e Hugo Beolchi, por causa da procissão.

A CET recomenda que os fiéis deem preferência ao transporte público para chegar ao local, já que não há muitas vagas de estacionamento na região. Além de ônibus e táxis, a estação São Judas do Metrô fica a poucos metros do santuário.

Foto: Ilustração: Arte/G1

(Ilustração: Arte/G1)


Caso optem por ir para o local de carro, os motoristas devem utilizar caminhos alternativos. Quem estiver na Avenida Jabaquara, no sentido bairro, deverá seguir à direita para a Alameda dos Guatás e à esquerda para Avenida Indianópolis para retornar à avenida. Já os veículos que trafegarem pela Avenida Jabaquara, no sentido Rodovia dos Imigrantes, deverão seguir pela Alameda dos Guatás, ruas Doutor Samuel Porto, Rua Fagundes Dias Pereira Estéfano, Carneiro da Cunha e General Chagas Santos até a Avenida Professor Abraão de Morais, de onde é possível chegar à Rodovia dos Imigrantes.

Para seguir no sentido Avenida dos Bandeirantes da Avenida Jabaquara, os motoristas deverão seguir pelas avenidas Doutor Hugo Beolchi e Engenheiro Armando de Arruda Pereira até o Viaduto Arapuá, de onde devem pegar a Rua Brazópolis para chegar à avenida. Quem for da Vila Mariana com destino ao bairro, deverá pegar a Rua Bosque da Saúde e a Avenida Professor Abraão de Morais.

Informações sobre as interdições, rotas alternativas e condições de trânsito podem ser obtidas 24h pelo Fale com a CET no Telefone 1188.

Alegrai-vos e exultai, porque é grande a vossa recompensa nos céus.


Paulinas
Mateus e Lucas colocam esta proclamação das bem-aventuranças como abertura de uma exposição mais ampla de Jesus sobre as características do Reino de Deus presente no mundo. O Evangelho, no seu todo, é um desenvolvimento das bem-aventuranças. Em Lucas temos uma situação concreta de pobreza. Com o acréscimo dos "ais" aos ricos e acomodados, ele confere uma dimensão social a esta proclamação. Em Mateus predomina o caráter de um programa de retidão de comportamento transformador, em vista do Reino dos Céus. As bem-aventuranças não indicam apenas o sentimento subjetivo de felicidade, mas, sobretudo, a ação libertadora de Deus e o estar sob seu agrado com aqueles que vivem uma prática coerente com seu Reino. Ao tomarmos conhecimento das bem-aventuranças, somos seduzidos a vivenciá-las. As quatro primeiras dirigem-se aos que sofrem opressão
e exploração do sistema social, anunciando a intervenção libertadora de Deus. São os pobres que choram e esperam por justiça. As quatro últimas apontam para aqueles que se empenham em uma prática transformadora do mundo. São os misericordiosos que se solidarizam com os sofredores; os que têm o coração desapegado das riquezas e livres para servir aos mais necessitados; os que promovem a vida e a paz, comprometendo-se com a luta pela implantação da justiça característica do Reino dos Céus, no seguimento de Jesus. Estes, empenhados até o martírio, são destacados na primeira leitura, redigida em estilo apocalíptico. Pela prática das bem-aventuranças, na plenitude do amor, somos, de fato, fi lhos de Deus. Estamos integrados na comunhão dos santos, na vida eterna.

Sua fé o tem levado à mudança de vida?

Luzia Santiago
mensagem_010709
Para o cristão, a fé não é simplesmente aderir às fórmulas de um credo, mas ela deve abraçar a própria vida de forma a transformá-la.
Uma fé que não incide na vida – segundo as perspectivas de Deus – é inútil, porque não leva à salvação. O verdadeiro Cristianismo baseia-se numa fé operante, que brota do amor para com Deus e para com o próximo.
Na nossa vida é preciso que unamos a fé às obras, na qual tudo dependa de nós, do nosso agir e, ao mesmo tempo, de Deus e da Sua graça.
Tomemos consciência de que a unidade entre o crer e o agir, como o corpo e a alma no homem, é o único sinal de transformação no mundo.
“Estais vendo, pois, que o homem é justificado pelas obras e não simplesmente pela fé. Assim como o corpo sem o espírito é morto, assim também a fé sem as obras é morta” (Tiago 2,24.26).
Senhor, dá-nos a graça de sermos autênticos na vivência da nossa fé.
Jesus,eu confio em Vós!

O papel espiritual da mãe

Canção Nova
Imagem de Destaque
Ela é referência de carinho para seus filhos

O que se espera de um pai e de uma mãe para a educação dos filhos? Precisamos olhar para dois papéis bem definidos na família, o papel do pai e o da mãe.
Primeiro, vamos olhar para figura da mãe. Precisamos entender que a diferença entre homem e mulher é desejada pelo Criador, e não é só uma diferença física e genital, mas homens e mulheres são diferentes. Se queremos educar nossos filhos, precisamos de alguém que assuma o papel espiritual de pai e o de mãe. Os animais não têm pais espirituais, mas reprodutores, pois eles não têm papéis espirituais; somente nós seres humanos os temos. O que vemos na nossa sociedade é que esses papéis estão confusos e a sociedade está fazendo de tudo para que isso se torne ainda mais confuso. A sociedade quer abolir a diferença entre o homem e a mulher.

A mulher tem sua identidade e papel de...leia mais

São Simão e São Judas Tadeu


28 de Outubro


Celebramos na alegria da fé os apóstolos São Simão e São Judas Tadeu. Os apóstolos foram colunas e fundamento da verdade do Reino.

São Simão:

Simão tinha o cognome de Cananeu, palavra hebraica que significa "zeloso". Nicéforo Calisto diz que Simão pregou na África e na Grã-Bretanha. São Fortunato, Bispo de Poitiers no fim do século VI, indica estarem Simão e Judas enterrados na Pérsia. Isto vem das histórias apócrifas dos apóstolos; segundo elas, foram martirizados em Suanir, na Pérsia, a mando de sacerdotes pagãos que instigaram as autoridades locais e o povo, tendo sido ambos decapitados. É o que rege o martirológio jeronimita. Outros dizem que Simão foi sepultado perto do Mar Negro; na Caucásia foi elevada em sua honra uma igreja entre o VI e o VIII séculos. Beda, pelo ano de 735, colocou os dois santos no martirológio a 28 de outubro; assim ainda hoje os celebramos. Na antiga basílica de São Pedro do Vaticano havia uma capela dos dois santos, Simão e Judas, e nela se conservava o Santíssimo Sacramento.

São Judas Tadeu:

Judas, um dos doze, era chamado também Tadeu ou Lebeu, que São Jerônimo interpreta como homem de senso prudente. Judas Tadeu foi quem, na Última Ceia, perguntou ao Senhor: "Senhor, como é possível que tenhas de te manifestar a nós e não ao mundo?" (Jo 14,22).

Temos uma epístola de Judas "irmão de Tiago", que foi classificada como uma das epístolas católicas. Parece ter em vista convertidos, e combate seitas corrompidas na doutrina e nos costumes. Começa com estas palavras: "Judas, servo de Jesus Cristo, e irmão de Tiago, aos chamados e amados por Deus Pai, e conservados para Jesus Cristo: misericórdia, paz e amor vos sejam concedidos abundantemente". Orígenes achava esta epístola "cheia de força e de graça do céu".

Segundo São Jerônimo, Judas terá pregado em Osroene (região de Edessa), sendo rei Abgar. Terá evangelizado a Mesopotâmia, segundo Nicéforo Calisto. São Paulino de Nola tinha-o como apóstolo da Líbia.

Conta-se que Nosso Senhor, em revelações particulares, teria declarado que atenderá os pedidos daqueles que, nas suas maiores aflições, recorrerem a São Judas Tadeu. Santa Brígida refere que Jesus lhe disse que recorresse a este apóstolo, pois ele lhe valeria nas suas necessidades. Tantos e tão extraordinários são os favores que São Judas Tadeu concede aos seus devotos, que se tornou conhecido em todo o mundo com o título de Patrono dos aflitos e Padroeiro das causas desesperadas. São Judas é representado segurando um machado, uma clava, uma espada ou uma alabarda, por sua morte ter ocorrido por uma dessas armas.

São Simão e São Judas Tadeu, rogai por nós!

Evangelho do dia 28/10/2009


Evangelho (Lucas 6,12-19)
Quarta-Feira, 28 de Outubro de 2009
São Simão e São Judas Tadeu


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

12Naqueles dias, Jesus foi à montanha para rezar. E passou a noite toda em oração a Deus. 13Ao amanhecer, chamou seus discípulos e escolheu doze dentre eles, aos quais deu o nome de apóstolos: 14Simão, a quem impôs o nome de Pedro, e seu irmão André; Tiago e João; Filipe e Bartolomeu; 15Mateus e Tomé; Tiago, filho de Alfeu, e Simão, chamado Zelota; 16Judas, filho de Tiago, e Judas Iscariotes, aquele que se tornou traidor.
17Jesus desceu da montanha com eles e parou num lugar plano. Ali estavam muitos dos seus discípulos e grande multidão de gente de toda a Judeia e de Jerusalém, do litoral de Tiro e Sidônia. 18Vieram para ouvir Jesus e serem curados de suas doenças. E aqueles que estavam atormentados por espíritos maus também foram curados. 19A multidão toda procurava tocar em Jesus, porque uma força saía dele, e curava a todos.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

terça-feira, 27 de outubro de 2009

O Amigo de todas as horas

Luzia Santiago
mensagem_300609
Todos nós temos necessidade de ter alguém que se comprometa conosco e que abrace a nossa causa, defendendo-nos, ajudando-nos e cuidando de nós. Temos necessidade de ser amados e acolhidos, principalmente nos momentos de dificuldade.
Precisamos tomar consciência de que não estamos sozinhos, porque o próprio Senhor nos prometeu que estará conosco todos os dias da nossa vida. Por isso, nos enviou Seu Espírito Santo!
É a Cristo que devemos recorrer sempre, porque Ele sempre nos chama e nos consola: “Vinde a mim vós todos que estais aflitos sob o fardo, e eu vos aliviarei. Tomai meu jugo sobre vós e recebei minha doutrina, porque eu sou manso e humilde de coração e achareis o repouso para as vossas almas. Porque meu jugo é suave e meu peso é leve” (Mateus 11, 28-30).
Descansemos em Jesus e deixemo-nos cuidar por Ele. Façamos um ato de entrega de todas as nossas preocupações e inquietações a Ele, porque o Senhor sabe como fazer e como resolver todas as situações.
Com confiança, aproximemo-nos de Nosso Senhor Jesus Cristo e oremos incessantemente ao longo deste dia:
Jesus, eu confio em Vós!

São Gonçalo de Lagos


27 de Outubro

Este santo português nasceu em Lagos, no Algarve, por volta do ano de 1370.

Tomou o hábito de Santo Agostinho no convento da Graça, em Lisboa, aos 20 anos.

Dedicou-se à uma vida de jejuns e de penitências enquanto aplicava-se às letras, aos estudos.

Homem zeloso na vivência da Regra Religiosa, virtuoso e cheio de pureza, Gonçalo dedicou-se também à pregação chegando a ser superior de alguns mosteiros da sua Ordem.

O último mosteiro foi o de Torres Vedras, onde morreu em 1422, depois de exortar aos que viviam com ele no mosteiro à observância religiosa e à uma vida virtuosa.


São Gonçalo de Lagos, rogai por nós!

Evangelho do dia 27/10/2009


Evangelho (Lucas 13,18-21)
Terça-Feira, 27 de Outubro de 2009
30ª Semana Comum


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 18Jesus dizia: “A que é semelhante o Reino de Deus, e com que poderei compará-lo? 19Ele é como a semente de mostarda, que um homem pega e atira no seu jardim. A semente cresce, torna-se uma grande árvore e as aves do céu fazem ninhos nos seus ramos”. 20Jesus disse ainda: “Com que poderei ainda comparar o Reino de Deus? 21Ele é como o fermento que uma mulher pega e mistura com três porções de farinha, até que tudo fique fermentado”.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Evangelho do dia 26/10/2009

Evangelho (Lucas 13,10-17)
Segunda-Feira, 26 de Outubro de 2009
30ª Semana Comum

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 10Jesus estava ensinando numa sinagoga, em dia de sábado. 11Havia aí uma mulher que, fazia dezoito anos, estava com um espírito que a tornava doente. Era encurvada e incapaz de se endireitar. 12Vendo-a, Jesus chamou-a e lhe disse: “Mulher, estás livre da tua doença”. 13Jesus pôs as mãos sobre ela, e imediatamente a mulher se endireitou e começou a louvar a Deus.
14O chefe da sinagoga ficou furioso, porque Jesus tinha feito uma cura em dia de sábado. E, tomando a palavra, começou a dizer à multidão: “Existem seis dias para trabalhar. Vinde, então, nesses dias para serdes curados, não em dia de sábado”.
15O Senhor lhe respondeu: “Hipócritas! Cada um de vós não solta do curral o boi ou o jumento, para dar-lhe de beber, mesmo que seja dia de sábado? 16Esta filha de Abraão, que Satanás amarrou durante dezoito anos, não deveria ser libertada dessa prisão, em dia de sábado?” 17Esta resposta envergonhou todos os inimigos de Jesus. E a multidão inteira se alegrava com as maravilhas que ele fazia.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

São Luís Orione

26 de Outubro



São Luís Orione O Papa João Paulo II, em 1980, colocou diante dos nossos olhos um grande exemplo de santidade expressa na caridade: Luís Orione.

Nasceu em Pontecurone, um pequeno município na Diocese de Tortona, no Norte da Itália, no dia 23 de junho de 1872. Bem cedo percebeu o chamado do Senhor ao sacerdócio. Ao entrar no Oratório, em Turim, recebeu no coração as palavras de São Francisco de Sales lançadas pelo amado São João Bosco: "Um terno amor ao próximo é um dos maiores e excelentes dons que a Divina Providência pode conceder aos homens".

Concluiu o ginásio, deixou o Oratório Salesiano, voltou para casa e depois entrou no seminário onde cursou filosofia, teologia, até chegar ao sacerdócio que teve como lema: "Renovar tudo em Cristo".

Luís Orione, sensível aos sofrimentos da humanidade, deixou-se guiar pela Divina Providência a fim de aliviar as misérias humanas.

Sendo assim, dedicou-se totalmente aos doentes, necessitados e marginalizados da sociedade. Também fundou a Congregação da "Pequena Obra da Divina Providência". Em 1899, Dom Orione deu início a mais um Ramo da nova Congregação: os "Eremitas da Divina Providência".

Em 1903, Dom Orione recebeu a aprovação canônica aos "Filhos da Divina Providência", Congregação Religiosa de Padres, Irmãos e Eremitas da Família da Pequena Obra da Divina Providência. A Congregação e toda a Família Religiosa propunha-se a "trabalhar para levar os pequenos os pobres e o povo à Igreja e ao Papa, mediante obras de caridade".

Dom Orione teve atuação heróica no socorro às vítimas dos terremotos de Reggio e Messina (1908) e da Marsica (1915). Por decisão do Papa São Pio X, foi nomeado Vigário Geral da Diocese de Messina por 3 anos. Vinte anos depois da fundação dos "Filhos da Divina Providência", em 1915, surgiu como novo ramo a Congregação das "Pequenas Irmãs Missionárias da Caridade", Religiosas movidas pelo mesmo carisma fundacional.

O zelo missionário de Dom Orione cedo se manifestou com o envio de missionários ao Brasil em 1913 e, em seguida, à Argentina, ao Uruguai e diversos países espalhados pelo mundo. Dom Orione esteve pessoalmente como missionário, duas vezes, na América Latina: em 1921 e nos anos de 1934 a 1937, no Brasil, na Argentina e no Uruguai, tendo chegado até ao Chile.

Foi pregador popular, confessor e organizador de peregrinações, de missões populares e de presépios vivos. Grande devoto de Nossa Senhora, propagou de todos os modos a devoção mariana e ergueu santuários, entre os quais o de Nossa Senhora da Guarda em Tortona e o de Nossa Senhora de Caravaggio; na construção desses santuários será sempre lembrada a iniciativa de Dom Orione de colocar seus clérigos no trabalho braçal ao lado dos mais operários civis.

Em 1940, Dom Orione atacado por graves doenças de coração e das vias respiratórias foi enviado para Sanremo. E ali, três dias depois de ter chegado, morreu no dia 12 de Março, sussurrando suas últimas palavras: "Jesus! Jesus! Estou indo."

Vinte e cinco anos depois, em 1965, seu corpo foi encontrado incorrupto e depositado numa urna para veneração pública, junto ao Santuário da Guarda, em Sanremo na Itália.

O Papa Pio XII o denominou "pai dos pobres, benfeitor da humanidade sofredora e abandonada" e o Papa João Paulo II depois de tê-lo declarado beato em 26 de outubro de 1980, finalmente o canonizou em 16 de maio de 2004.

domingo, 25 de outubro de 2009

Evangelho do dia 25/10/2009



Evangelho (Marcos 10,46-52)

Domingo, 25 de Outubro de 2009
30º Domingo do Tempo Comum

— O Senhor esteja convosco!
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo, + segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor!

Naquele tempo, 46Jesus saiu de Jericó, junto com seus discípulos e uma grande multidão. O filho de Timeu, Bartimeu, cego e mendigo, estava sentado à beira do caminho. 47Quando ouviu dizer que Jesus, o Nazareno, estava passando, começou a gritar: “Jesus, filho de Davi, tem piedade de mim!”
48Muitos o repreendiam para que se calasse. Mas ele gritava mais ainda: “Filho de Davi, tem piedade de mim!”
49Então Jesus parou e disse: “Chamai-o”. Eles o chamaram e disseram: “Coragem, levanta-te, Jesus te chama!”
50O cego jogou o manto, deu um pulo e foi até Jesus. 51Então Jesus lhe perguntou: “O que queres que eu te faça?” O cego respondeu: “Mestre, que eu veja!”
52Jesus disse: “Vai, a tua fé te curou”. No mesmo instante, ele recuperou a vista e seguia Jesus pelo caminho.





- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

Você vive a partir do que os outros falam?

mensagem_260609 Luzia Santiago
Somente Deus nos conhece verdadeiramente. Muitas pessoas sofrem, porque passam a vida se comparando com os outros; dessa forma, vivem sempre inquietas, angustiadas e sem paz. O que as leva a agir assim é a falta de conhecimento de si mesmas.
Precisamos arrumar tempo para nos encontrar com nós mesmos e com Deus. Ao longo do dia, mergulhamos no turbilhão da vida, nos muitos ruídos e em tantas situações, que acabamos nos tornando divididos interiormente, a ponto de, muitas vezes, perder a capacidade de nos encontrar interiormente e de tocar em nossa essência.
Cada um traça um perfil diferente nosso – muitas vezes, negativo – e se não soubermos quem realmente somos, correremos o risco de acolher tudo o que é dito a nosso respeito. Só podemos nos conhecer verdadeiramente como somos ao nos encontrarmos com Jesus Cristo.
Você já parou para pensar como você é no Coração de Deus? Como Ele o criou na sua originalidade? Com certeza, a partir desse discernimento você não será mais a mesma pessoa, porque vai descobrir quem de fato você é: alguém dotado de talentos, de beleza, de amor e tantas outras riquezas e dons!
Convido você para se abrir a essa experiência neste dia. Não perca tempo comparando-se com os outros. Abra-se à ação do Espírito Santo de Deus.
Jesus, eu confio em Vós!

Santo Antônio de Sant'Anna Galvão

25 de Outubro

Santo Antônio de Sant'Anna Galvão Conhecido como "o homem da paz e da caridade", Antônio de Sant'Anna Galvão, nasceu no dia 10 de Maio de 1739, na cidade de Guaratinguetá, São Paulo. Filho de Antônio Galvão, português natural da cidade de Faro em Portugal e de Isabel Leite de Barros, natural da cidade de Pindamonhangaba, em São Paulo. O ambiente familiar era profundamente religioso. Antônio viveu com seus irmãos numa casa grande e rica, pois seus pais gozavam de prestigio social e influência política. O pai, querendo dar uma formação humana e cultural segundo suas possibilidades econômicas, mandou Antônio, com a idade de 13 anos, à Bahia a fim de estudar no seminário dos padres jesuítas.

Em 1760 ingressou no noviciado da Província Franciscana da Imaculada Conceição, no Convento de São Boaventura do Macacu, na Capitania do Rio de Janeiro. Foi ordenado sacerdote no dia 11 de julho de 1762, sendo transferido para o Convento de São Francisco em São Paulo.

Em 1774, fundou o Recolhimento de Nossa Senhora da Conceição da Divina Providência, hoje Mosteiro da Imaculada Conceição da Luz, das Irmãs Concepcionistas da Imaculada Conceição. Cheio do espírito da caridade, não media sacrifícios para aliviar os sofrimentos alheios. Por isso o povo a ele recorria em suas necessidades. A caridade de Frei Galvão brilhou, sobretudo, como fundador do mosteiro da Luz, pelo carinho com que formou as religiosas e pelo que deixou nos estatutos do então recolhimento da Luz. São páginas que tratam da espiritualidade, mas em particular da caridade de como devem ser vivida a vida religiosa e tratadas as pessoas de dentro e de fora do "recolhimento".

Às 10 horas do dia 23 de dezembro de 1822, no Mosteiro da Luz de São Paulo, havendo recebido todos os Sacramentos, adormeceu santamente no Senhor, contando com seus quase 84 anos de idade. Foi sepultado na Capela-Mor da Igreja do Mosteiro da Luz, e sua sepultura, ainda hoje continua sendo visitada pelos fiéis. Sobre a lápide do sepulcro de Frei Galvão está escrito para eterna memória: "Aqui jaz Frei Antônio de Sant'Anna Galvão, ínclito fundador e reitor desta casa religiosa, que tendo sua alma sempre em suas mãos, placidamente faleceu no Senhor no dia 23 de dezembro do ano de 1822".

Sob o olhar de sua Rainha, a Virgem Imaculada, sob a luz que ilumina o tabernáculo, repousa o corpo do escravo de Maria e do Sacerdote de Cristo, a continuar, ainda depois da morte, a residir na casa de sua Senhora ao lado de seu Senhor Sacramentado. Frei Galvão é o religioso no qual o coração é de Deus, mas as mãos e os pés são dos irmãos. Toda a sua pessoa era caridade, delicadeza e bondade: testemunhou a doçura de Deus entre os homens. Era o homem da paz, e como encontramos no Registro dos Religiosos Brasileiros: "O seu nome é em São Paulo, mais que em qualquer outro lugar, ouvido com grande confiança e não uma só vez, de lugares remotos, muitas pessoas o vinham procurar nas suas necessidades".

O dia 25 de outubro, dia oficial do santo, foi estabelecido, na Liturgia, pelo saudoso Papa João Paulo II, na ocasião da beatificação de Frei Galvão em 1998 em Roma. Com a canonização do primeiro santo que nasceu, viveu e morreu no Brasil, a 11 de maio de 2007, o Papa Bento XVI manteve a data de 25 de outubro.

Santo Antônio de Sant'Anna Galvão, rogai por nós!

sábado, 24 de outubro de 2009

Aproximação do Vaticano não deve afetar anglicanos no Brasil, diz reverendo

24/10/09 - 10h05

Aldo Quintão é responsável pela maior igreja anglicana no país.
Ele diz que aproximação é antiga e visa a uma unidade no futuro.
Daniel Buarque Do G1, em São Paulo

A decisão de acolher na Igreja Católica os anglicanos, inclusive padres casados, que quiserem se aproximar do Vaticano, anunciada na última terça-feira (20), não deve afetar diretamente, nem logo, as cerca de 20 mil pessoas da comunidade brasileira que segue esta religião. A análise é do reverendo Aldo Quintão, responsável pela maior igreja da doutrina na América Latina, em São Paulo. “Somos uma comunidade relativamente pequena, e a normativa não vai afetar quase nada o Brasil”, disse.

Leia também: Vaticano aprova normativa especial para acolher anglicanos


Foto: Flavio Moraes/G1

O reverendo Aldo Quintão na sede da maior igreja anglicana da América Latina, em São Paulo, em 23 de setembro. (Foto: Flavio Moraes/G1)

Em entrevista ao G1, Quintão explicou que não foi uma surpresa o anúncio da Constituição Apostólica, e que ela se trata de uma decisão estratégica, parte de uma aproximação que busca, originalmente, a unidade entre as religiões. “Há muito tempo existe esta conversa com a igreja romana, sobre ecumenismo. A idéia original era que as duas igrejas tivessem unidade total”, disse. Segundo ele, a aproximação havia esbarrado na questão da ordenação de mulheres e de homossexuais, mas foi retomada por conta de um interesse Católico em atrair anglicanos insatisfeitos com algumas medidas que podem ser consideradas liberais demais.

“A igreja anglicana está dividida em três grupos, do mais conservador ao mais liberal, e a cúpula tem que encontrar uma solução para o grupo que está mais insatisfeito com os rumos mais liberais. Um acordo político entre católicos e anglicanos facilita para os dois lados e evita um racha real dentro da igreja anglicana. É como um filho que briga com o pai, decide sair de casa, mas vai morar com um tio, continua tudo próximo”, explicou. Ele disse que, no futuro, após a normativa do Vaticano, a igreja anglicana pode assumir uma postura definitivamente mais liberal, sem os conflitos internos com grupos mais conservadores.

“A igreja católica é como um avô que está assustado com a modernidade dos netos, mas não quer perder a presença deles, então aceita as diferenças, a realidade dos netos, fazendo algumas ressalvas. Ela aos poucos vai aceitando algumas mudanças, sem nenhuma atitude radical, sem criar problemas internos”, disse.

Procedimento e detalhes
Segundo Quintão, mesmo antes da decisão do Vaticano, já existia a passagem de anglicanos para a Igreja Católica. Mas, quando isso acontecia, a pessoa ficava sob a orientação de um bispo católico e estava sujeita a todas as normas do Vaticano. “O novo documento do papa diferencia, pois vai aceitar que os anglicanos mantenham a cultura de liturgia e de fé anglicana. Ele criou um tipo de vicariato, uma uniata, que são igrejas que não têm a tradição romana, mas são ligadas as Roma. Os anglicanos vão ser recebidos e vão estar dentro da igreja romana, mas de uma forma diferente, até mesmo para não criar problemas para a igreja romana, afinal de contas, os padres romanos vão continuar sem poder casar”, disse Quintão.

Apesar da explicação, o reverendo disse que na verdade ainda não foi definido qual vai ser o procedimento prático desta medida. Segundo ele, os detalhes desta aproximação ainda não ficaram claros. “Vai ser uma caminhada, vai se iniciar a conversa, a igreja romana deve começar a receber os bispos. Tem que decidir como vai ser a logística disso tudo, saber se as igrejas físicas vão se transferir de igrejas também, tudo coisa que ainda não ficou muito claro. Há muitos detalhes para discutir.”

Quintão explicou que, por mais que a ordenação de mulheres e homossexuais estivesse no cerne da discussão, a aproximação entre católicos e anglicanos dependia de outras questões muito importantes. “Os anglicanos são a favor do estudo das células-tronco, dos métodos contraceptivos, não são totalmente contra aborto em situações anencefalia e estupro, e ainda não se sabe como Roma vai receber isso”, disse.

Segundo ele, é preciso considerar também que esta grupo que vai migrar da igreja anglicana para a católica deve atrair muitos novos padres já ligados ao Vaticano, que querem continuar na religião, mas também gostariam de poder casar. “Minha impressão é que vai haver muitos padres romanos pedindo para entrar neste vicariato, querendo casar. Isso pode acontecer até no Brasil, atraindo pessoas que têm vontade de ser padre, mas que querem casar e que podem acabar fazendo surgir uma nova igreja ‘angloromana’, um novo nome.”

Onde encontrar a bênção?

mensagem_250609Luzia Santiago
O Espírito Santo concede-nos o dom de irmos em direção à vontade de Deus Pai, quando estamos atentos à Sua Voz e abertos ao Seu chamado. Abraão, ao ser dócil e ouvir a voz de Deus, caminhou para a bênção: ”Naqueles dias, o Senhor disse a Abrão: Sai da tua terra, da tua família e da casa de teu pai, e vai para a terra que eu vou te mostrar. Farei de ti um grande povo e te abençoarei […]. E Abrão partiu, como o Senhor lhe havia dito[...]” (Gênesis 12,1 e 4).
É importante direcionarmos a nossa vida de acordo com o que o Senhor quer para nós; embora isso não seja fácil. Imagine o quanto custou para Abraão e Sara deixarem a família, as raízes e partirem para um lugar totalmente desconhecido; apenas atentos ao que Deus lhes podia revelar.
Para isso, é necessário clamarmos ao Espírito Santo a graça da escuta e da obediência, a fim de aprendermos a distinguir a voz do Altíssimo nos acontecimentos.
Especialmente no tempo em que vivemos, precisamos pedir ao Paráclito a graça de fazermos, em tudo, somente a vontade divina.
Rezemos durante este dia:
Eu submeto minha mente ao domínio da mente de Cristo.
Submeto toda a minha carne ao total controle do Espírito Santo.
Submeto toda a minha vida aos planos do Pai. Amém!

Jesus, eu confio em Vós!

Santo Antônio Maria Claret

24 de Outubro


Santo Antônio Maria Claret O santo lembrado hoje foi de muita importância para a Igreja que guarda o testemunho de sua santidade, que mereceu a frase do Papa Pio XI que disse: "Antônio Maria Claret é uma figura verdadeiramente grande, como apóstolo infatigável".

Nasceu em 1807 em Sallent (Província de Barcelona - Espanha), ao ser batizado recebeu o nome de Antônio João, ao qual ele veio depois acrescentar o de Maria como sinal de sua especial devoção à Santíssima Virgem: "Nossa Senhora é minha Mãe, minha Madrinha, minha Mestra, meu tudo, depois de Cristo".

Antônio Maria ajudou o pai numa fábrica de tecidos até os 22 anos, quando entrou para o seminário de vida, pois almejava um sacerdócio santo e como padre desejou consagrar-se nas difíceis missões da Espanha. Ao ver a pobreza dos missionários e as portas se abrindo, Antônio Maria, com amigos, tratou de fundar a "Congregação dos Missionários Filhos do Imaculado Coração de Maria", conhecidos como Claretianos.

O Carisma era evangelizar todos os setores, por meio da caridade de Cristo que constrangia, por isso dizia: "Não posso resistir aos impulsos interiores que me chamam para salvar almas. Tenho sede de derramar o meu sangue por Cristo!" Mal tinha fundado a Congregação, o Espírito o nomeou para Arcebispo de Santiago de Cuba, onde fez de tudo, até arriscar a própria vida, para defender os oprimidos da ilha e converter a todos, conta-se que ao chegar às terras cubanas foi logo visitar e consagrar o apostolado à Nossa Senhora do Cobre.

Com os amigos o Arcebispo Santo Antônio Maria Claret, evangelizou milhares de almas, isto através de missões populares e escritos, que chegaram a 144 obras. Fundador das Religiosas de Maria Imaculada, voltou a Espanha, também tornou-se confessor e conselheiro particular da rainha Isabel II; participou do Concílio Vaticano I, e ao desviar-se de calúnias retirou-se na França onde continuou o apostolado até passar pela morte e chegar na glória em 24 de outubro de 1870.

Foi beatificado em 1934 pelo Papa Pio XI e canonizado por Pio XII em 1950. Pelo seu amor ao Imaculado Coração de Maria e pelo seu apostolado do Rosário, tem uma estátua de mármore no interior da Basílica de Fátima.

Santo Antônio Maria Claret... rogai por nós!

Igreja faz parceria com governo para divulgar teste do HIV


G1
Demétrio Weber

O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, e o secretário-geral da CNBB, Dom Dimas Lara Barbosa - Givaldo Barbosa

BRASÍLIA - A Igreja Católica vai ajudar o Ministério da Saúde a divulgar a importância da realização do teste de HIV e sífilis. A parceria foi anunciada nesta quinta-feira. O engajamento das pastorais católicas, no entanto, não inclui a distribuição, ou o apoio, ao uso de preservativos já que a Igreja é contrária a esse método de prevenção.

O secretário-geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, dom Dimas Lara Barbosa, disse que a Igreja está seguindo o mandamento de Jesus, que disse ter vindo ao mundo "para que todos tenham vida".

Ele reiterou, porém, que o apoio aos testes para detecção de infecção pelo vírus da Aids não significa uma mudança de posição em relação ao uso de camisinha.

" A doutrina da Igreja continua sendo aquelas de sempre. Nosso foco é a família, fidelidade, amor "

- A doutrina da Igreja continua sendo aquelas de sempre. Nosso foco é família, fidelidade, amor - disse dom Dimas.

O ministério lançou uma campanha com o slogan "Declare seu amor por você" para incentivar a testagem. A parceria da Igreja com o ministério começará este ano em cinco capitais: Manaus, Curitiba, Fortaleza, Porto Alegre e João Pessoa. O Rio de Janeiro participará a partir do início do ano que vem.

O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, elogiou a iniciativa da Igreja Católica e evitou qualquer polêmica em relação aos preservativos.

- Não chamamos a CNBB aqui para discutir as nossas divergências. Estamos aqui para tratar das nossas convergências - disse Temporão

Evangelho do dia 24/10/2009

Evangelho (Lucas 13,1-9)
Sábado, 24 de Outubro de 2009
Santo Antonio Maria Claret


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

1Naquele tempo, vieram algumas pessoas trazendo notícias a Jesus a respeito dos galileus que Pilatos tinha matado, misturando seu sangue com o dos sacrifícios que ofereciam. 2Jesus lhes respondeu: “Vós pensais que esses galileus eram mais pecadores do que todos os outros galileus, por terem sofrido tal coisa? 3Eu vos digo que não. Mas se vós não vos converterdes, ireis morrer todos do mesmo modo. 4E aqueles dezoito que morreram, quando a torre de Siloé caiu sobre eles? Pensais que eram mais culpados do que todos os outros moradores de Jerusalém? 5Eu vos digo que não. Mas, se não vos converterdes, ireis morrer todos do mesmo modo”. 6E Jesus contou esta parábola: “Certo homem tinha uma figueira plantada na sua vinha. Foi até ela procurar figos e não encontrou. 7Então disse ao vinhateiro: ‘Já faz três anos que venho procurando figos nesta figueira e nada encontro. Corta-a! Por que está ela inutilizando a terra?’
8Ele, porém, respondeu: ‘Senhor, deixa a figueira ainda este ano. Vou cavar em volta dela e colocar adubo. 9Pode ser que venha a dar fruto. Se não der, então tu a cortarás’”.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Do LimãO Uma Limonada


View more documents from Severo Moreira.

Refugiemo-nos no Sagrado Coração de Jesus!

mensagem_240609 Fonte: Luzia Santiago
]Há momentos em que temos a sensação de não ter para onde ir ao nos sentirmos perdidos, cobrados e solicitados por todos. O barulho, a exigência e os problemas ao nosso derredor são grandes, por essa razão, muitas vezes, temos vontade de buscar um refúgio para descansar um pouco e silenciar nosso interior.
Com certeza, o melhor lugar para nos refugiarmos é no Coração de Jesus.
“Como é grande, ó Senhor, vossa bondade, que reservastes para aqueles que vos temem! Para aqueles que em vós se refugiam, mostrando, assim, o vosso amor perante os homens” (Salmo 30, 20).
Constantemente, peçamos a Jesus que nos abrigue dentro do Seu Sagrado Coração. Seguramente, lá seremos curados, transformados, consolados, renovados e saíremos iluminados para resolver as situações que nos parecem insoluvéis.
Supliquemos ao longo de todo o dia: Jesus, guarda-me dentro do Seu Sagrado Coração.
Essa vai ser uma experiência única. Ensine as pessoas com as quais você convive este santo exercício. Você perceberá que este não será mais um dia na sua vida, mas sim, um dia repleto de graças e bênçãos divinas.
Jesus, eu confio em Vós!

Papa abre porta para anglicanos



AFP

CIDADE DO VATICANO, Santa Sé — O papa Bento XVI abriu nesta terça-feira as portas da Igreja Católica aos anglicanos, admitindo a ordenação de antigos membros do clero anglicano, inclusive os casados.

O cardeal William Joseph Levada, prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, anunciou à imprensa a publicação iminente de um decreto apostólico, firmado por Bento XVI, que permitirá acolher no seio da Igreja Católica, respeitando certas tradições, os anglicanos que já não reconheçam sua Igreja, fundada em 1534 pelo rei Henrique VIII da Inglaterra.

Os dissidentes anglicanos rejeitam, especialmente, a ordenação sacerdotal de mulheres e a benção dos casamentos homossexuais.

O novo decreto permitirá a ordenação de sacerdotes católicos entre os antigos membros do clero anglicano, inclusive os casados, mas a ordenação de bispos anglicanos casados será vetada, destacou o cardeal Levada.

O clero surgido do decreto terá uma liturgia especial, revelou o cardeal Levada, que estima que entre "20 e 30 bispos, entre uma centena de anglicanos", devem migrar para a Igreja Católica.

O cisma ocorreu em 1534, quando a Igreja da Inglaterra se desligou da Igreja Católica Romana, por decisão de Henrique VIII, após a rejeição do Papa Clemente VII a um pedido de anulação do casamento do rei inglês com Catarina de Aragão.

Em 2003, a Igreja Episcopal - nome da Igreja Anglicana nos Estados Unidos - ordenou bispo um homossexual, iniciando a divisão de uma comunidade religiosa que reúne 77 milhões de fieis em todo o mundo.

A divisão se ampliou com a benção do casamento homossexual e com a ordenação de mulheres ao episcopado.

Santa Úrsula

21 de Outubro

Santa Úrsula Úrsula nasceu no ano 362, filha dos reis da Cornúbia, na Inglaterra. A fama de sua beleza se espalhou e ela passou a ser desejada por vários pretendentes (embora Úrsula tenha feito um voto secreto de consagração total a Deus). Seu pai acabou aceitando a proposta de casamento feita pelo duque Conanus, um general de exército pagão, seu aliado.
Úrsula fora educada nos princípios cristãos. Por isso ficou muito triste ao saber que seu pretendente era pagão. Quis recusar a proposta mas, conforme costume da época, deveria acatar a decisão de seu pai. Pediu, então, um período de três anos para se preparar. Ela esperava converter o general Conanus durante esse tempo, ou então, encontrar um meio de evitar o casamento. Mas não conseguiu nem uma coisa, nem outra.
Conforme o combinado, ela partiu para as núpcias, viajando de navio, acompanhada de onze jovens, virgens como ela, que iriam se casar com onze soldados do duque Conanus. Há lendas e tradições que falam em onze mil virgens, ao invés de onze apenas. Mas outros escritos da época e pesquisas arqueológicas revelaram que foram mesmo onze meninas.
Foram navegando pelo rio Reno e chegaram a Colônia, na Alemanha. A cidade havia sido tomada pelo exército de Átila, rei dos hunos. Eles mataram toda a comitiva, sobrando apenas Úrsula, cuja beleza deixou encantado ao próprio Átila. Ele tentou seduzi-la e lhe propôs casamento. Ela recusou, dizendo que já era esposa do mais poderoso de todos os reis da Terra, Jesus Cristo. Átila, enfurecido, degolou pessoalmente a jovem, no dia 21 de outubro de 383. Em Colônia, uma igreja guarda o túmulo de Santa Úrsula e suas companheiras.
Durante a Idade Média, a italiana Ângela de Mérici, fundou a Companhia de Santa Úrsula, com o objetivo de dar formação cristã a meninas. Seu projeto foi que essas futuras mamães seriam multiplicadoras do Evangelho, catequizando seus próprios filhos. Foi um avanço, tendo em vista que nesta época a preocupação com a educação era voltada apenas para os homens. Segundo a fundadora, o nome da ordem surgiu de uma visão que ela teve.
Atualmente as Irmãs Ursulinas, como são chamadas as filhas de Santa Ângela, estão presentes nos cinco continentes, mantendo acesas as memórias de Santa Ângela e Santa Úrsula.

Santa Úrsula, rogai por nós!

Evangelho do dia 21/10/2009

Evangelho (Lucas 12,39-48)
Quarta-Feira, 21 de Outubro de 2009
29ª Semana Comum


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 39“Ficai certos: se o dono da casa soubesse a hora em que o ladrão iria chegar, não deixaria que arrombasse a sua casa. 40Vós também ficai preparados! Porque o Filho do Homem vai chegar na hora em que menos o esperardes”.
41Então Pedro disse: “Senhor, tu contas esta parábola para nós ou para todos?” 42E o Senhor respondeu: “Quem é o administrador fiel e prudente que o senhor vai colocar à frente do pessoal de sua casa para dar comida a todos na hora certa? 43Feliz o empregado que o patrão, ao chegar, encontrar agindo assim! 44Em verdade eu vos digo: o senhor lhe confiará a administração de todos os seus bens. 45Porém, se aquele empregado pensar: ‘Meu patrão está demorando’, e começar a espancar os criados e as criadas, e a comer, a beber e a embriagar-se, 46o senhor daquele empregado chegará num dia inesperado e numa hora imprevista, ele o partirá ao meio e o fará participar do destino dos infiéis.
47Aquele empregado que, conhecendo a vontade do senhor, nada preparou, nem agiu conforme a sua vontade, será chicoteado muitas vezes. 48Porém, o empregado que não conhecia essa vontade e fez coisas que merecem castigo, será chicoteado poucas vezes. A quem muito foi dado, muito será pedido; a quem muito foi confiado, muito mais será exigido!”.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Igreja católica anuncia medida para acolher anglicanos

20/10/2009 - 11:27 (atualizada em 20/10/2009 11:35)

Na nova divisão canônica, padres anglicanos casados poderão ser nomeados padres católicos

Da Redação, com AP
O Papa Bento 16 criou uma nova medida para incluir junto à Igreja católica os anglicanos que estão desiludidos com ordenações de mulheres, eleição de bispos gays e permissão para casamentos de pessoas do mesmo sexo no Anglicanismo.

A medida anunciada pelo pontífice vai permitir que os devotos desta religião cristã, de origem inglesa, que atualmente possui 77 milhões de seguidores, mantenham a identidade e outras tradições litúrgicas nesta nova estrutura do catolicismo, segundo informou o Cardeal William Levada, autoridade em doutrina do Vaticano.

Na nova divisão canônica, padres anglicanos casados poderão ser nomeados padres católicos, no entanto não podem tornar-se bispos.

Descobrindo o amor de Deus nas chagas de Cristo!


S. João 20.27 (Depois disse a Tomé: Põe aqui o teu dedo, e vê as minhas mãos; e chega a tua mão, e mete-a no meu lado; e não sejas incrédulo, mas crente).

A cada dia descubro novas qualidades de caráter em Tomé que desenvolvem em mim admiração e respeito por esse servo do Senhor. Estudando sua história, após reconhecer nele um verdadeiro discípulo de Cristo, fiquei impressionadíssimo com seu cuidado para com o Mestre ao ler S. Jo 11.14 a 16 “14 Então, Jesus disse-lhes claramente: Lázaro está morto, 15 e folgo, por amor de vós, de que eu lá não estivesse, para que acrediteis. Mas vamos ter com ele. 16 Disse, pois, Tomé, chamado Dídimo, aos condiscípulos: Vamos nós também, para morrermos com ele.” Ele sabia que se Jesus voltasse a Jerusalém corria o risco de morte, como os judeus já o haviam ameaçado S. Jo 10.39 e 40 “39 Procuravam, pois, prendê-lo outra vez, mas ele escapou de suas mãos, 40 e retirou-se outra vez para além do Jordão, para o lugar onde João tinha primeiramente batizado, e ali ficou.” Mas Tomé estava disposto a morrer por Cristo se preciso fosse.
Noutra ocasião Jesus anuncia sua partida deste mundo e pede que os discípulos não fiquem com os corações perturbados, mas que cressem, incondicionalmente, no Pai e nele. E, naquele momento, prometeu voltar para levá-los para as mansões celestiais, na glória, a fim de estarem para sempre com o Senhor. Finalizando esta orientação, lemos em S Jo 14.5 a 6, a conversa de Jesus com Tomé: “4 Mesmo vós sabeis para onde vou e conheceis o caminho. 5 Disse-lhe Tomé: Senhor, nós não sabemos para onde vais e como podemos saber o caminho? 6 Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim.”
Pode não parecer, mas a dúvida de Tomé tem grande importância para todos nós hoje. Foi respondendo a Tomé que Jesus tornou explicito o caminho da salvação. Ele é o caminho. Graças às dúvidas e a coragem deste discípulo sabemos que Jesus é o caminho que conduz a vida eterna com Deus. E, se você tem dúvida também, lembre-se das palavras de Jesus: “Ninguém vem ao Pai senão por mim.” Outra declaração do Senhor neste mesmo ato aponta para a busca da humanidade em todos os tempos, a verdade. Os povos querem descobrir e conhecer a verdade, mas, infelizmente, não aceitam nem reconhecem a Jesus, por isso permanecem sem ela. E finalmente a afirmação que fecha as declarações de Cristo, Ele é a vida. Essa tríade de atributos nos é suficiente para apontar a vida eterna com Deus.
Essa interrogação de Tomé dá prova de que ele ainda não conhecia acerca da salvação. Talvez seguisse a Jesus como a um líder humano comum, na esperança de ao conquistar algo no reino terreno ele pudesse ser beneficiado. No entanto, Jesus o surpreende falando acerca do reino eterno. E não fora um privilégio apenas de Tomé, mas de todos os discípulos. No mesmo episódio, Felipe pede a Cristo que os mostre o Pai, mas Jesus declara a Felipe a sua ignorância a respeito das coisas celestiais, dizendo: S Jo 14.9 Disse-lhe Jesus: Estou há tanto tempo convosco, e não me tendes conhecido, Filipe? Quem me vê a mim vê o Pai; e como dizes tu: Mostra-nos o Pai? 10 Não crês tu que eu estou no Pai e que o Pai está em mim? As palavras que eu vos digo, não as digo de mim mesmo, mas o Pai, que está em mim, é quem faz as obras. 11 Crede-me que estou no Pai, e o Pai, em mim; crede-me, ao menos, por causa das mesmas obras.”
Certamente você está se perguntando, como pode os discípulos andar três anos com Jesus, ouvindo suas palavras, vendo os milagres e crendo nele, mas estarem cheios de dúvidas? Como pode ser isso? Incrível mesmo, mas a história se repede dia a dia. O povo de Deus que saiu do Egito guiado por Moisés presenciou milagres da presença de Deus numa nuvem de noite e numa coluna de fogo de dia, além do maná que desceu do céu, das codornizes para se alimentarem, e mais, suas roupas não envelheceram em 40 anos no deserto, mas não creram no Senhor Jeová. As pessoas da época terrena de Jesus, o crucificaram. Eu pergunto, e a nossa geração pós-moderna? Crê que Jesus é o Caminho, a verdade e a vida?
Caro amigo leitor. A dúvida de Tomé pode ter esclarecido a tua. Hoje, talvez, você descobriu Jesus. As chagas do mestre não foram em vão. Ele morreu por você. Aceite o convite de Jesus porque sem Ele ninguém irá ao Pai.

São Pedro de Alcântara

20 de Outubro

São Pedro de Alcântara "Aqueles que são de Cristo crucificaram a própria carne com os seus vícios e concupiscências" (Gal 5,24)

Esta Palavra do Senhor se aplica muito bem a São Pedro de Alcântara, o qual lembramos hoje, pois soube vencer o corpo do pecado com base de muita oração e mortificações. Pedro nasceu em Alcântara, na Espanha, em 1499.

Menino simples, orante e de bom comportamento, estudou na universidade ainda novo, mas soube, igualmente, destacar-se no cultivo das virtudes cristãs, até que, obediente ao Mestre, o casto e caridoso jovem entrou para a Ordem de São Francisco, embora seu pai quisesse para ele, o Direito. Pedro foi ordenado sacerdote e tornou-se modelo de perfeição monástica e ocupante de altos cargos, o qual administrou até chegar, com vinte anos, a superior do convento e mais tarde, eleito provincial da Ordem.

Franciscano de espírito e convicção, era sempre de oração e jejum, poucas horas de sono, hábito surrado, grande pregador e companheiro das viagens. Como provincial, visitou todos os conventos da sua jurisdição, promovendo uma reforma de acordo com a regra primeira de São Francisco, da qual era testemunho vivo. Conhecido, sem desejar, em toda a Europa, foi conselheiro do imperador Carlos V e do rei João III, além de amigo dos santos e diretor espiritual de Santa Teresa D'Avila; esta, sobre, ele atestou depois da morte do santo: "Pedro viveu e morreu como um santo e, por sua intercessão, conseguiu muitas graças de Deus".

Entrou no Céu com 63 anos, em 1562, após sofrer muito e receber os últimos Sinais do Amor (Sacramentos), que o preparou para um lindo encontro com Cristo.

São Pedro de Alcântara, rogai por nós!

Evangelho do dia 20/10/2009

Evangelho (Lucas 12,35-38)
Terça-Feira, 20 de Outubro de 2009
29ª Semana Comum

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 35Que vossos rins estejam cingidos e as lâmpadas acesas. 36Sede como homens que estão esperando seu senhor voltar de uma festa de casamento, para lhe abrirem, imediatamente, a porta, logo que ele chegar e bater. 37Felizes os empregados que o senhor encontrar acordados quando chegar. Em verdade, eu vos digo: Ele mesmo vai cingir-se, fazê-los sentar-se à mesa e, passando, os servirá. 38E caso ele chegue à meia-noite ou às três da madrugada, felizes serão, se assim os encontrar!


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Procissão reúne milhares de fiéis no Peru

19/10/09 - 01h01
Evento homenageia o 'Senhor dos Milagres'.
Procissão lembra escravo que desenhou Cristo negro em cabana.
Do G1, em São Paulo

Foto: Reuters

Milhares de fiéis se reúnem para homenagear o 'Senhor dos Milagres', em uma grande procissão em Lima, no Peru. O evento - que reúne o maior número de fiéis na América do Sul - remonta os tempos coloniais, quando um escravo, trazido de Angola, desenhou a imagem de um Cristo negro nas paredes de uma cabana na plantação de Pachacamilla, perto de Lima. (Foto: Reuters)



Foto: Reuters

Milhares de fiéis se reúnem para homenagear o 'Senhor dos Milagres', em uma grande procissão em Lima, no Peru. O evento - que reúne o maior número de fiéis na América do Sul - remonta os tempos coloniais, quando um escravo, trazido de Angola, desenhou a imagem de um Cristo negro nas paredes de uma cabana na plantação de Pachacamilla, perto de Lima. (Foto: Reuters)




Foto: Reuters

Milhares de fiéis se reúnem para homenagear o 'Senhor dos Milagres', em uma grande procissão em Lima, no Peru. O evento - que reúne o maior número de fiéis na América do Sul - remonta os tempos coloniais, quando um escravo, trazido de Angola, desenhou a imagem de um Cristo negro nas paredes de uma cabana na plantação de Pachacamilla, perto de Lima. (Foto: Reuters)

A oração põe tudo no lugar

260809
Com certeza, você já ouviu esta frase: “Tudo pode ser mudado pela oração”. Essa é uma realidade que não podemos perder de vista. Devemos orar sempre, em todos os momentos e em todas as circunstâncias, porque a oração põe tudo no seu devido lugar. Eu tenho visto grandes milagres acontecerem pelo poder dessa prática.
Não sei se você vive esta realidade, mas, muitas vezes, deparo com situações tão delicadas que não sei nem como lidar com elas e por onde começar. Nesses momentos, vejo que o único remédio eficaz é “orar sem cessar” (I Tessalonicenses 5,17) deixando que o Senhor conduza tudo. Dessa forma, tudo vai sendo resolvido com a maior tranquilidade no tempo de Deus.
Toda a graça nos é dada por meio dessa nossa relação com o Todo-poderoso. Não podemos nos distanciar por nenhum momento da fonte da vida. Nós valorizamos tantas coisas que nem têm valor e, muitas vezes, não damos o devido valor ao que é essencial para a nossa salvação e a salvação dos nossos.
Quando rezamos, tudo se torna possível e todas as portas se abrem. Mesmo que hoje estejamos numa “fornalha ardente”, lancemos um grito ao Senhor, porque Ele vai enviar um anjo para nos socorrer, como nos ensinam as Sagradas Escrituras.
“Ó rei, vive para sempre! O meu Deus enviou seu anjo e fechou a boca dos leões; os leões não me fizeram mal, porque, na presença dEle foi provada a minha inocência” (Daniel 6,22-23ss).
Unamo-nos hoje em oração uns pelos outros para que o Senhor nos socorra em todas as nossas necessidades
Jesus, eu confio em Vós!

Papa homenageia padre italiano assassinado no Brasil


AFP

CIUDAD DEL VATICANO — O papa Bento XVI prestou homenagem ao padre italiano assassinado no Brasil em setembro e ao sacerdote irlandês sequestrado há uma semana nas Filipinas, neste domingo no tradicional Ângelus no Vaticano.

"Neste dia (...) quero lembrar os missionários e missionárias --sacerdotes, religiosos e laicos-- que consagram sua existência à difusão do Evangelho no mundo, enfrentando amarguras e dificuldades, e às vezes, verdadeiras perseguições", disse o Papa em sua oração.

"Penso, entre outros, em Ruggero Ruvoletto, sacerdote assassinado recentemente no Brasil, e no padre Michael Sinnot, religioso sequestrado há poucos dias nas Filipinas", acrescentou Bento XVI.

O corpo de Ruggero Ruvoletto, assassinado com um tiro na cabeça, foi encontrado no dia 19 de setembro pela Polícia na paróquia onde morava, nas imediações de Manaus.

A Arquidiocese de Manaus indicou em um comunicado que o padre italiano --que trabalhava há dois anos no bairro pobre de Santa Etelina-- foi vítima da "violência urbana".

O padre Michael Sinnott foi sequestrado por homens armados que invadiram a sua casa na noite de 11 de outubro na cidade de Pagadian (sul), segundo a Polícia filipina.

Santos João de Brébeuf, Isaac Jogues e São Paulo da Cruz

19 de Outubro

Santos João de Brébeuf, Isaac Jogues  e São Paulo da Cruz Hoje lembramos a coragem, santidade e conseqüentemente o martírio de irmãos nossos: João de Bribeuf, Isaac Jegues, Renato Goupel, João de Landi, Gabriel Lalmant, Antônio Daniel, Carlos Gurmier e Natal Chabanel, todos os missionários jesuítas de origem francesas.

A região dos grandes lagos, nos confins entre os Estados Unidos e o Canadá, era habitada no século XVII por tribos, peles vermelhas, que não conheciam as vantagens do Evangelho. Nossos irmãos enfrentaram as dificuldades próprias da adaptação nas terras diferentes, climas, línguas e principalmente tribos indígenas guerreiras, que faziam da missão um perigo, mas assim mesmo, os santos missionários preferiram arriscar a vida por Jesus.

Acabaram pagando a missão com o sangue, já que em 1642, em lugares diversos, foram sendo presos e martirizados por ferozes tribos. Aconteceu que nestas missões chegaram a arrancar o coração de alguns consagrados para devorar, na crença de receber desta maneira a coragem daqueles homens de Deus e do povo merecedor da salvação em Cristo Jesus.


São Paulo da Cruz

Grande valente também, foi São Paulo da Cruz. Nasceu no norte da Itália em 1694, de piedosos pais, que muito educaram o filho no cristianismo. Quando jovem de oração e contemplativo, fez uma aliança com colegas, a fim de meditarem a paixão e morte de Jesus.

De início, trabalhou com o pai e não sentia o chamado ao sacerdócio, mas, ao apostolado. Assim, partilhou com um Bispo, o impulso de propagar a devoção à Paixão e morte Daquele que morreu por amor à humanidade e salvação de cada um.

Enviado pelo Bispo, tronou-se instrumento de conversão para milhares, até que o Bispo ordenou-o sacerdote e mais tarde, o papa deu a licença para aceitar candidatos em seu noviciado.

Nasceu desta maneira, a congregação dos padres parsionistas, com a finalidade de firmar nos corações dos fiéis um grande amor à Paixão e morte de Nosso Senhor, através das missões populares.

Profundos devotos da sagrada paixão, o fundador São Paulo da Cruz desde que começou o apostolado sozinho não abandonou o hábito preto, a cruz branca e as duras penitências, como se alimentar de pão e água e dormir no chão. Depois de muito evangelizar e alcançar milagres para o povo, associou-se à cruz e à Nossa Senhora das Dores, para entrar como vitorioso no céu em 1775, somando 81 anos de idade.


Santos, João de Brébeauf, Isaac Jogues e São Paulo da Cruz... rogai por nós!